quinta-feira, 3 de junho de 2010

As faces do tempo

Josivaldo de França Pereira



O tempo pode ser definido como “1. A sucessão dos anos, dias, horas, etc., que envolve a noção de presente, passado e futuro. 2. Momento ou ocasião apropriada para que uma coisa se realize. 3. Época, estação” (Aurélio).
Há quatro coisas que podemos considerar acerca do tempo.
O tempo cura
Há um antigo ditado popular que diz: “O tempo é o melhor remédio”. E é mesmo! Nada melhor que o tempo para curar a dor de um coração abatido e dilacerado por uma perda significativa. As feridas da dor geralmente são cicatrizadas pela soma dos dias. Graças ao tempo suportamos as tristes lembranças do passado e adquirimos forças para seguirmos em frente. É no decorrer do tempo que somos motivados a continuar vivendo sem perder a esperança.
O tempo ensina
“O tempo é o melhor mestre”, disse Johannes Peter Schimitt. O tempo nos ensina a crescer e nele aprendemos com nossos erros e acertos. O tempo nos torna maduros e experientes. Além disso, o tempo mostra que vale a pena prosseguir adiante apesar dos percalços da vida. Ele indica que quando uma porta se fecha muitas outras se abrem. São as oportunidades que surgem como bálsamo da alma. Nada nos acontece por acaso. As lições do tempo são para uma vida melhor e feliz. O tempo é um instrumento de Deus para o aperfeiçoamento e progresso da nossa vida enquanto ainda estamos neste mundo.
O tempo não erra
O tempo não erra e nem comete injustiça. Cedo ou tarde a verdade aparece, pois não há nada encoberto que não seja revelado (cf. Lc 12.2). O que fizemos ou recebemos de certo ou errado um dia será recompensado ou condenado. O tempo é justo. James Balmes disse corretamente que o tempo é o grande juiz de todas as opiniões. E isso não é tudo: Às vezes não entendemos porque certas coisas nos acontecem, e porque de repente tudo parece virar de ponta cabeça. Mas um dia vamos ter a resposta. Por isso, para quem se sente injustiçado e prejudicado por alguém, tirar desforra de ofensa não é a melhor saída. É preciso ser paciente, confiar e descansar em Deus, pois ele é o Senhor do tempo e da justiça.
O tempo é valioso
“O tempo é a moeda de sua vida. Tenha cuidado para não deixar que os outros a gastem por você” (Carl Sandburg). “O tempo realmente vale ouro. Matar o tempo é um crime” (Monteiro Lobato). “O tempo passa rapidamente. Não podemos economizá-lo nem comprá-lo. Resta-nos utilizá-lo de uma maneira saudável enquanto ele transcorre” (Paul E. Holdcraft). Uma das coisas mais desperdiçadas na vida é o tempo. O tempo exige disciplina a fim de ser bem administrado. “Os homens eminentes nunca se queixaram de falta de tempo. Alexandre, o Grande, e João Wesley realizaram todas as suas gigantescas obras nas comuns 24 horas de cada dia” (Fred Smith). Tanto o jovem quanto o idoso precisam utilizar o tempo com inteligência e sabedoria. Assim orou Moisés: “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio” (Sl 90.12). Não desperdice seu tempo. “A própria eternidade não poderia recobrar os minutos já perdidos” (Johann Schiller). “Se amais a vida, não desperdiceis o tempo, que é a teia da existência. A preguiça tudo dificulta; o trabalho tudo facilita” (Benjamin Franklin).

“O tempo é demasiadamente lento – para os que esperam; veloz – para os que temem; prolongado – para os que sofrem; curto – para os que se divertem; mas, para os que amam, o tempo não conta” (Henry van Dyke).

2 comentários:

  1. Shalom!

    Nobre companheiro, parabenizo por este ótimo texto, escrito por sua destra pena. O Eterno lhe alargue os horizontes!

    1 Cr 4.9,10

    Nele, Pr Marcello

    ResponderExcluir
  2. Amado pastor e colega de ministério Marcello, Deus continue abençoando sua preciosa vida.

    ResponderExcluir