sexta-feira, 18 de junho de 2010

Se cada um fizer a sua parte...

Josivaldo de França Pereira


Logo que os judeus de Tessalônica souberam que o evangelho era anunciado por Paulo também em Beréia, eles foram até lá para perturbar o povo. Sabendo disso, rapidamente os irmãos de Beréia organizaram a partida de Paulo para os lados do mar. “Os responsáveis por Paulo levaram-no até Atenas e regressaram trazendo ordem a Silas e Timóteo para que, o mais depressa possível, fossem ter com ele” (At 17.15).
Em Atenas Paulo esperou por Silas e Timóteo. E enquanto não chegavam, o apóstolo passou a evangelizar aquela gente (At 17.16,17). Esse fato sempre chamou minha atenção. Paulo poderia ter dito: "Eu não faço nada enquanto aqueles dois não chegarem". Paulo também não pensou: "Já que eles não chegam, cansei de esperar, vou evangelizar sozinho". Nada disso. Paulo trabalhava enquanto os esperava. O apóstolo não havia desistido de seus amigos. Mas enquanto eles não chegavam alguma coisa deveria ser feita pelos atenienses.
Creio que podemos tirar uma lição importante para a nossa vida também com "a espera em ação de Paulo". Quantas vezes dependemos tanto dos outros que achamos que não podemos fazer nada sozinhos. Você já pensou que se cada um de nós fizesse a sua parte, que bênção seria a igreja? Às vezes dizemos: "A igreja está assim e assado", mas e você, como está e o que está fazendo para melhorá-la? Você já imaginou como estaria a escola bíblica dominical se você não faltasse domingo que vem? Como estaria o culto à noite se você comparecesse e ainda trouxesse um visitante? Você já pensou como a igreja cantaria bem se você também cantasse? Como ficaria o meio de semana se você não faltasse nas reuniões de oração e nos estudos bíblicos? Enfim, como seria a nossa igreja e o nosso dia a dia se cada um de nós tivesse mais compromisso e levasse as coisas de Deus com mais seriedade?
Se cada um fizer a sua parte, como por exemplo, ajudar o necessitado, perdoar o ofensor, ler a Bíblia diariamente, orar todo dia, ter uma vida de obediência e de comunhão com Deus e com os irmãos, falar de Jesus para as pessoas, etc., que bênção seria...
Ah, se cada um fizesse a sua parte!

3 comentários:

  1. Paz do Senhor Pastor....
    Conheci o blog do senhor através da indicação no blog do Pr. Marcelo Oliveira....belo blog, estarei seguindo...

    Ev Samuel Eudóxio

    ResponderExcluir
  2. Graça e paz meu querido irmão. Tê-lo como um dos meus seguidores será uma verdadeira honra para mim.
    Um grande abraço e fique na paz do Senhor.

    ResponderExcluir
  3. Vou postar este texto no boletim da nossa igreja, é claro citando o autor!

    ResponderExcluir