quinta-feira, 3 de março de 2011

No coração de Deus

Josivaldo de França Pereira

Muitas vezes dizemos que "amamos ao Senhor" e que "ele é tudo de bom que nós temos". "Nós o amamos e por ele entregamos a nossa vida", é o que dizemos também. Entretanto, existe algo no coração de Deus que nem sempre está no coração dos filhos de Deus: a paixão pelos perdidos. Muitas vezes nós, pastores e líderes, temos dificuldade para inculcar em alguns de nossas igrejas o que devia ser uma das coisas mais naturais da vida cristã: Missões.
O coração de Deus é um coração missionário. A obra missionária está no coração de Deus. Está no seu? "Deus tinha um único Filho e fez dele um missionário", disse David Livingstone. Jesus teve seus seguidores e fez deles missionários. A igreja do Senhor foi edificada com o propósito de proclamar as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz (cf. 1Pe 2.9).
 Por que somos tão egoístas? Por que pensamos tanto em nós mesmos? Não basta dizer (como algumas vezes temos ouvido): "Eu não tenho nada contra missões". É necessário compromisso e envolvimento na obra do Senhor!
Precisamos amar com paixão o trabalho missionário. Missões existem porque Deus ama as pessoas, portanto, temos que gostar do que Deus gosta e amar o que Deus ama. Missões não é um dom, é uma responsabilidade em amor da qual você e eu não podemos ficar fora dela.
Missões estão em toda Bíblia. Do Gênesis ao Apocalipse.
A Escritura Sagrada é um livro missionário.
O Deus do Antigo Testamento é um Deus missionário.
O Cristo dos Evangelhos é um Cristo missionário.
O Espírito Santo do livro de Atos é um Espírito missionário.
Os discípulos e apóstolos de Cristo foram discípulos e apóstolos missionários.
A Igreja Primitiva era uma igreja missionária.
E nós, o que somos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário