sábado, 2 de abril de 2011

O Espírito Santo e a Salvação no Antigo Testamento

Josivaldo de França Pereira


O Antigo Testamento é o berço de toda doutrina bíblica. E não existe nada revelado a respeito do Espírito Santo no Novo Testamento que não tenha sido sugerido antes no Velho. Com toda a evidência se depreende do Antigo Testamento que a origem da vida depende da ação soberana do Espírito Santo. Retirar o Espírito significa morte!

O Espírito Santo atuava como vivificador no Antigo Testamento. Mas de que maneira o Espírito regenerava os crentes no Antigo Testamento? Como ele aplicaria a obra redentora de Cristo se o próprio Cristo não tinha vindo? Será que os crentes do Antigo Testamento foram igualmente regenerados e salvos como os crentes do Novo Testamento? Um dos motivos que nos levaria a fazer tais perguntas seria, a priori, o fato de que o Antigo Testamento não apresenta o Espírito Santo atuando de maneira tão proeminente na salvação de indivíduos como o Novo Testamento.

A palavra "regeneração" que aparece no Novo Testamento não é encontrada em nenhum livro do Velho Testamento. O termo grego que designa a regeneração pelo Espírito não tem nenhum equivalente no hebraico. Nem mesmo na Septuaginta, a versão grega do Antigo Testamento, aparece as palavras palingenesia ou gennaw que traduzem a idéia bíblica de regeneração e novo nascimento, respectivamente. O que mais se aproxima é a forma verbal ewj palin genwmai, que é uma tradução livre de Jó 14.4: "Morrendo o homem, porventura tornará a viver?". No entanto, aqui não existe nenhum pensamento do renascimento espiritual do indivíduo como há no Novo Testamento. O que temos no Velho Testamento são promessas claras de uma renovação futura (cf. Jr 31.31-33; Ez 11.29; 36.26,27).

No entanto, apesar da obra regeneradora do indivíduo não ser enfatizada no Antigo Testamento, não significa que o Espírito Santo não tenha atuado salvificamente. Mesmo assim, a possibilidade de alguém ser regenerado no Antigo Testamento foi totalmente descartada pelo teólogo alemão Friedrich Schleiermacher (1768-1834). Para ele era impossível que alguém fosse regenerado na antiga dispensação, uma vez que Cristo não se fez Verbo encarnado e sua obra, portanto, não podia ser aplicada àqueles crentes.

Não há dúvida que os crentes do Velho Testamento foram regenerados. Seria contradição de termos falar de "crentes não regenerados". Eles eram crentes de fato e o autor da carta aos Hebreus no capítulo 11 de sua epístola atesta esta veracidade. Ele não os nomearia como heróis da fé se não fossem regenerados e salvos. Paulo se refere ao patriarca Abraão como “o crente Abraão” (Gl 3.9). Contudo, como o Espírito Santo os regenerava e os salvava em Cristo Jesus? Simplesmente aplicando a obra redentora do Messias no qual eles criam (cf. Jó 19.25).[1]

Somente através da obra regeneradora do Espírito Santo é que os crentes do Antigo Testamento podiam "olhar" para Cristo e exercer fé nele (cf. Jo 8.56; Hb 11.26; 1Pe 1.10,11); pois, no conceito bíblico, onde há fé salvadora, houve regeneração pelo Espírito.



[1] Veja a postagem de Março/2011 intitulada “Cristo e a Salvação no Antigo Testamento”.

11 comentários:

  1. Fica então uma dúvida acerca daqueles povos que estavam distantes do oriente médio como os habitantes das Américas pré-colombiana (indios americanos), bem como outros povos antigos como os ancestrais dos japoneses etc. . . que também já existiam na época do Antigo Testamento. Como já morreram desde há muito tempo, de que maneira poderiam achar esperança em um MESSIAS cuja cultura hebraica não era dado a conhecer a esses povos. De que maneira então poderiam eles ter FÉ e ESPERANÇA em um MESSIAS. Como seria a salvação dos indigitados povos? Ou será que DEUS não reconhece a fé desses povos por não se tratar de escrituras de origem hebraicas. Será que DEUS na sua infinitude seria limitado tão somente a salvação dos hebreus, limitando sua atuação no mundo no que concerne ao resto da humanidade que viveram ANTES do advento de Cristo. E os demais povos teriam alguma chance? E aqueles que viveram em eras ANTES do advento de Cristo e não eram judeus?

    ResponderExcluir
  2. Caríssimo Agnaldo, muito obrigado por seu comentário. Creio que as respostas para suas perguntas, relevantes e pertinentes, estão na postagem intitulada "Acerca dos que nunca ouviram o evangelho". Vá em "pesquisar este blog". Caso haja alguma dúvida será um prazer poder ajudá-lo novamente.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o texto, mais ainda com uma duvida. Então os crentes da antiga aliança eram regenerados, quando o E.S aplicava a eles a obra redentora do Messias. Ok. Até aqui entendi. Mas a nível de comparação. Há diferença do "novo nascimento" do AT com o NT? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não porque o Espírito que regenera tanto no AT quanto no NT é o mesmo.

      Excluir
    2. Paz do Senhor irmão Josivaldo. Li o seu texto com um amigo, pois estamos pesquisando sobre o assunto. Gostamos muito da sua explanação. Te adicionamos no Facebook (Thiago Prime e Giovana / Nelson Lauar). Obrigado e quando vier a Belo Horizonte avise-nos para que possamos comungar ao sabor de um delicioso Queijo Minas rsrs.

      Excluir
    3. Obrigado querido irmão Thiago. Queijo mineiro é tudo de bom rsrs

      Excluir
    4. Paz do Senhor irmão Josivaldo. Eu tenho uma dúvida relacionada a este assunto e gostaria que você me ajudasse.
      Eu creio que os santos do Antigo Testamento tiveram que ser regenerados pelo poder do Espírito Santo por vários motivos. Há várias promessas de Deus (apontando para o futuro na minha opinião) no AT da obra regeneradora que Ele faria no homem (Jr 32.38-40 Jr 31.31-34 Ez 11.19,20 Ez 36. 23-29) entre tantas outras.
      Enfim, a minha dúvida é o seguinte, porque Deus estava prometendo algo para o futuro sendo que Ele já operava isso nos santos daquela antiga aliança? Obrigado.

      Excluir
    5. Paz amado irmão Nelson. Parece que a resposta para sua pergunta está no texto CRISTO E A SALVAÇÃO NO ANTIGO TESTAMENTO neste mesmo blog. Digite em Pesquisar este blog. Obrigado pelo apreço e um forte abraço.

      Excluir
    6. Paz irmão Josivaldo. Muito bom o texto CRISTO E A SALVAÇÃO NO ANTIGO TESTAMENTO, objetivo e esclarecedor. Permita-me fazer mais uma pergunta somente para ver se eu entendi.
      Então Deus prometera que iria fazer a regeneração na nova Aliança, mas ao mesmo tempo já operava essa regeneração nos santos do Antigo Testamento?
      Obrigado e um forte abraço.

      Excluir
  4. A regeneração era operada no AT baseada na promessa de Deus.

    ResponderExcluir
  5. Amados, não esqueçam que Jesus Cristo é o cordeiro de Deus que foi morto antes da fundação do mundo.

    ResponderExcluir