segunda-feira, 2 de maio de 2011

O que é nascido de Deus...

Josivaldo de França Pereira


Em sua Primeira Epístola, o apóstolo amado trabalha a verdade de João 1.12,13 e do diálogo de Jesus com Nicodemos (em João 3), apresentando seus resultados na vida moral do crente.

O que é nascido de Deus crê e ama a Jesus: "Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou, também ama ao que dele é nascido" (1Jo 5.1).

O que é nascido de Deus sabe que Deus é justo e pratica a justiça: "Se sabeis que ele é justo, reconhecei também que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele" (1Jo 2.29).

O que é nascido de Deus não leva uma vida de pecado: "Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus" (1Jo 3.9). "Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado..." (1Jo 5.18).

O que é nascido de Deus ama seus irmãos em Cristo e conhece a Deus: "Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus, e conhece a Deus" (1Jo 4.7).

O que é nascido de Deus experimenta a vitória da fé sobre o mundo: "Porque tudo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé" (1Jo 5.4).

O verbo "nascer", empregado por João no Evangelho e em sua Primeira Epístola, aparece em grego no tempo aoristo ou perfeito, indicando o caráter único, decisivo e completo do novo nascimento, com efeitos profundos e permanentes.

2 comentários:

  1. Que beleza de simplicidade!!! Boa mensagem pastor. Deus te abençoe hoje e sempre!

    ResponderExcluir
  2. Glória a Deus e aleluia!
    Fique na paz de nosso Senhor.

    ResponderExcluir