sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Como o Espírito Santo glorifica a Jesus?


Josivaldo de França Pereira


O Senhor Jesus disse acerca do Espírito Santo: “Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar” (Jo 16.14). Jesus veio ao mundo como revelador do Pai, mas o tempo do seu ministério foi curto demais para que os discípulos pudessem assimilar tudo o que ele tinha a revelar. Entretanto, seu ministério de revelação seria continuado pelo Espírito, depois da sua partida.
Assim como se esperava que o Messias expusesse claramente todas as implicações da revelação que tinha precedido sua vinda, o Espírito Santo também explicará todas as interferências da revelação existente no Messias, e as aplicará com relevância a cada geração subsequente.[1] A missão suprema do Espírito Santo é glorificar a Jesus.
Enquanto em várias partes do mundo muitos procuram rejeitar a Cristo e perseguir sua Igreja, o Espírito Santo, por meio da pregação do evangelho, glorifica a Cristo. Ele faz com que se proclamem as virtudes do Senhor Jesus, mostrando seu poder, santidade, amor, etc., fazendo com que elas resplandeçam e se manifestem entre as nações. Dessa maneira o Espírito glorifica o Filho. Recebe do que é de Cristo – a própria essência do ensinamento dele concernente ao propósito da redenção, forma de salvação, etc. – e o amplia.
Tudo que Jesus Cristo fez, faz e fará pela Igreja é tema do ensinamento do Espírito Santo.[2] O Espírito dá continuidade ao que Jesus começou a fazer e a ensinar (At 1.1,2,8).




[1] Cf. F. F. Bruce, João: Introdução e Comentário. Série Cultura Bíblica. São Paulo: Vida Nova/Mundo Cristão, 1987, p. 274.
[2] Cf. Guillermo Hendriksen, Comentário del Nuevo Testamento: El Evangelio Según San Juan. Grand Rapids: SLC, 1987, p. 600,01.

Nenhum comentário:

Postar um comentário